domingo, 9 de fevereiro de 2014

Paracas: Na costa sul do Peru o encontro do deserto árido e o mar fértil do Pacífico (07º Dia)



Chegamos à Lima às 5:30 h da manhã no terminal/ oficina da empresa de Transportes Línea. Havíamos partido de Huaraz na noite anterior às 23 horas. Nas viagens à noite economizávamos uma diária de hotel e como os ônibus são bem confortáveis, logo pela manhã já estávamos prontos para mais um destino... Paracas!!! Conversando com o guarda da oficina descobrimos que ele já havia morado no Brasil, perguntou se conhecíamos um dos ídolos do futebol peruano (o atacante do Corinthians, Paolo Guerrero) e nos ensinou como chegar até Pisco. Seguindo as orientações do guarda pegamos um táxi até a empresa de transportes Soyuz por s/ 10,00. Lá conseguimos passagens para Pisco por s/ 38,00 por pessoa com saída prevista para às 08:30 h. Ficamos aguardando na sala Vip da empresa com café, chá, bolachas, sofá, ar condicionado, televisão... efetivamente, o saguão comum das oficinas é bastante tumultuado, como nas rodoviárias aqui no Brasil. Em Pisco, descemos na rodovia Panamericana. No trajeto de Lima à Pisco a região é seca e muitas casas são bastante simples construídas apenas com esteiras de junco.

Casas construídas com esteiras de junco
Vilarejos às margens da Rodovia Panamericana
Às margens da rodovia há um pequeno conglomerado de oficinas, lanchonetes e pontos de taxi. Por s/ 20,00 combinamos com um taxista o trajeto até a praia de "El Chaco", na bahía de Paracas. O motorista levou-nos à agência "The Pacific" que programou nosso passeio naquela tarde para a Reserva Nacional de Paracas por s/ 40,00 por pessoa. De acordo com as características que pedimos indicaram o hotel "El Gamonal" com diária de s/ 80,00 para "habitaciones matrimoniales". No hotel, a poucos metros da agência, escolhemos um quarto com vista para o deserto e oceano pacífico, muito confortável, limpo e arejado. Em El Chaco há opções de hospedagens para todos os gostos e preços, pois Paracas é um dos destinos mais visitados depois de Machu Picchu... talvez pouco conhecido pelos brasileiros, mas muito visitado por europeus, norte americanos e pelos próprios peruanos.  "Na postagem Reportagem no Peru: Paracas, reserva de felicidade ..." postamos os vídeos do programa "Reportaje al Perú" da TV Perú nos quais Manolo del Castillo apresenta muito bem essa região. Às 13:30 h já estávamos prontos para o passeio da tarde à Reserva Nacional de Paracas. O guia da agência era muito simpático e atencioso e iniciou nosso tour no monumento criado em homenagem à "Expedição Libertadora" liderada pelo general José de San Martin. O desembarque das tropas na bahía de Paracas em 1820 marcou o início de uma série de episódios que culminou na libertação do Peru do domínio espanhol. Seguimos para a entrada da Reserva Nacional de Paracas, criada em 1975 com o objetivo de proteger a flora e fauna do mar e do deserto da costa sul do Peru.

Placa na entrada da Reserva Nacional de Paracas
Fomos primeiro conhecer o Centro de Visitantes e o museu Julio C. Tello dentro da reserva. Além da exposição sobre a cultura Paracas e flora e fauna da região há um mirante no qual é possível observar os flamingos peruanos.

Exposição vida marinha Reserva Nacional de Paracas
Flamingos peruanos
Seguimos pelo deserto até uma zona de fósseis marinhos e depois, até o ponto denominado "La Catedral". Infelizmente o terremoto de 2007 com magnitude de 7,9 graus na escala Richter e epicentro no Peru (fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u320435.shtml) destruiu o arco desta formação rochosa. De qualquer forma, o encontro do deserto com o mar neste ponto é ainda muito belo e merece ser visitado.

Indicação acesso mirante à formação rochosa "La Catedral"

"La Catedral", sem o arco destruído no terremoto de 2007

Vista do paredão de rochas no mirante "La Catedral"
As praias da reserva são também belíssimas e algumas chamam a atenção pela coloração diferenciada das suas areias, assim, o tom avermelhado da areia de origem vulcânica rica em minério de ferro e cobre nomeou a "Playa Roja". Outro praia que se destaca é de Supay e o deserto, uma extensão do deserto do Atacama.


Praia Vermelha na Reserva Nacional de Paracas
"Playa Roja"


"Playa Supay"
Oceano Pacífico e praia de Supay

Deserto da Reserva Nacional de Paracas

Na reserva as estradas foram revestidas com sal já que a aplicação de outro revestimento como por exemplo a massa asfáltica poderia comprometer a preservação do local. Desta forma,  "La Carretera de Sal" foi executada com o sal retirado das Salinas de Otuma. 

"La Carretera de Sal" na Reserva Nacional de Paracas

À noite jantamos em um dos restaurantes que margeiam a orla bahía de Paracas. Há várias opções de restaurantes, feira de artesanato e um fim da tarde fantástico! 

Fim da tarde na praia "El Chaco" em Paracas


Olá,
já curtiu nossa página no Facebook?
Curta e fique por dentro dos nossos novos posts!
https://pt-br.facebook.com/viajanteautonomo
Ah! Caso tenha alguma dúvida sobre algum ponto abordado nesta postagem ou quiser receber outras informações, registre seu comentário abaixo.

6 comentários:

  1. Vocês me deixaram louca com essa reportagem, estamos indo ao Perú dia 15, iremos pelo Acre saindo de S.Paulo, mas, voltaremos por Paracas,que por sinal fiquei sabendo por vcs. Iremos a São Pedro do Atacama, Salta e Brasil...Abraços

    Lucia

    ResponderExcluir
  2. Valeu Lucia, ficamos felizes por terem gostado da postagem. Sem dúvida é uma viagem inesquecível! Vocês vão adorar, ainda mais dando uma passada no Chile...
    Depois nos escrevam para contar como foi a viagem. Aproveitem bem!
    Abraço.
    Denilson e Estela

    ResponderExcluir
  3. Ótimos relatos, irão me ajudar na viagem a Lima e Paracas! Belas fotos! Abs, Neusa

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, eu irei para o Peru em setembro e pretendo ir a Paracas para fazer os passeios da Ilhas Ballestas e da Reserva Nacional de Paracas. Vi que vocês fizeram os dois passeios pela agência The Pacific e consigaram fazer o passeio da Reserva à tarde, todas as outras agências que consultei fazem esse passeio às 11 h da manhã, sendo que nós só chegaremos à Paracas meio dia. Teria como vocês me passarem o contato da agência pois procurei pelo google e não estou conseguindo. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo. O contato que pegamos deles na época foi o seguinte:
      Offic. Phone: (056) 771667
      Nextel: 130*5754
      Email: thepacifictravel@hotmail.com
      Av. Paracas Mz"G2" Lt.3 - 2nd Entry, Chaco Paracas - Peru

      Excluir
    2. Nós não tínhamos reservado nada ainda quando chegamos lá em Paracas, lá na hora vai ter inúmeras agências lhe oferecendo os passeios, tanto em grupos como em taxis. Os grupos geralmente tem horários definidos de saída, já se vc não conseguir um destes horários poderá visitar a reserva com um destes taxis. Se dividir o carro com uma ou mais pessoas não fica caro.

      Excluir