sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Passeio de barco às Ilhas Ballestas (08º Dia - 01/02)



Acordamos cedo e fomos ao terraço do hotel El Gamonal para tomar o desayuno com uma bela vista para o oceano pacífico na bahia de Paracas. Às 07:30 h já estávamos na agência "The Pacific". Na tarde anterior, após o retorno do passeio à Reserva Nacional de Paracas, compramos o tour às Ilhas Ballestas por s/ 50,00 por pessoa. Da agência seguimos de van até a marina onde turistas de várias nacionalidade aguardavam as saídas dos barcos e lanchas. Fomos apresentado ao guia que ao saber que éramos brasileiros imediatamente nos perguntou o que significava "tchê tchererê tchê tchê" ... essa foi difícil, mas a vantagem é que não há uma tradução... mas tente traduzir "ai ai se eu te pego" como tentamos explicar ao guia que nos levou à reserva no dia anterior, pra ver no que dá... bem, enfim, se você espera escutar apenas música com flauta andina no Peru desista, pois as canções de Gusttavo Lima e Michel Telô já chegaram por lá. Logo o guia nos apresentou a um outro casal de brasileiros. Já estávamos há oito dias no país e eles foram os primeiros brasileiros que encontramos nesta viagem, pois estávamos vindo da região norte do país, ainda pouco visitada por brasileiros. Mas se você está planejando ir ao Peru, efetivamente considere visitar os sítios arqueológicos de Trujillo, cidade situada no deserto do norte e Huaraz, um dos mais importantes destinos turísticos para conhecer o Parque Nacional Huascarán. Conversamos um pouco com eles, pois logo nos afastamos para o embarque. Na sequencia da viagem nosso roteiro coincidiu com parte do plano de viagem desse casal, então o Gustavo e a Eliza voltarão a aparecer em nossos relatos... A lancha saiu às 8 horas e a primeira parada no mar foi para visualizarmos um bando de pelicanos peruanos. Essas aves com sua plumagem cinza escura e seu grande bico amarelo são comumente encontradas na costa do Pacífico entre o Peru e Chile.

Pelicanos
Seguimos adiante e estávamos diante de "el Candelabro".  Esse é o grande enigma que só pudemos visualizar do mar durante o trajeto entre o porto de El Chaco e as Ilhas Ballestas.  Numa colina de areia, às margens do Pacífico, um espantoso geoglifo desenhado com mais de 170 metros de altura, 30 metros de largura e profundidade média de 60 centímetros. Voltado para o norte e abrigado dos ventos, nunca se apaga...  Sua origem e função ainda é um mistério. O barco para e o guia faz explanações sobre as teorias deste segredo que pode estar relacionado às fabulosas Linhas de Nazca

"El Candelabro", geoglifo desenhado numa colina de areia na bahia de Paracas
Logo chegamos às Ballestas, um grupo de pequenas ilhas que abriga centenas de espécies de aves, incluindo pinguins. Mas o ponto alto do passeio é observar os leões-marinhos. Num primeiro momento, comparativamente com a quantidade de aves, parece que há poucos. Assim, quando um ou outro é visualizado, todos ficam eufóricos para fazer o registro fotográfico. No entanto, no fim do percurso, a lancha passa por uma uma pequena praia em que há um berçário de leões-marinhos! Então é possível vê-los de todas as formas... nadando ou tomando sol, grandes ou pequenos, silenciosos ou rugindo...

Arcos e grutas nas ilhas Ballestas
Passeio de lancha nas ilhas Ballestas

Pinguins nas ilhas Ballestas


Aves nas ilhas Ballestas

Leões-marinhos nas ilhas Ballestas

Berçario de leões-marinhos nas ilhas Ballestas

Recomenda-se que o passeio às ilhas seja feito pela manhã, pois no decorrer do dia há alterações na maré que dificultam a aproximação das lanchas aos rochedos e a observação dos animais no local. Também é importante levar um casaco ou algo para se proteger do frio, pois quando a lancha atinge grandes velocidades o vento é bem gelado. Falando em vento e aos que não dispensam o uso de boné, gorro ou chapéu... prendam-no bem, pois um certo amigo brasileiro que conhecemos nesse dia ficou sem o dele durante o trajeto ... não é mesmo Gustavo?! ... hehehe



Olá,
já curtiu nossa página no Facebook?
Curta e fique por dentro dos nossos novos posts!
https://pt-br.facebook.com/viajanteautonomo
Ah! Caso tenha alguma dúvida sobre algum ponto abordado nesta postagem ou quiser receber outras informações, registre seu comentário abaixo.

2 comentários:

  1. Estou adorando ler as postagens e aguardando as próximas. Estou planejando uma viagem Chile + Bolívia + Peru em setembro e esta me ajudando muito.
    Abraço, Cris (www.pequenograndemundo.com)

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou Cris... temos ainda bastante para escrever destes 20 dias que passamos no Peru, mas se precisar de alguma informação antecipada, você pode também nos passar por e-mail que adiantamos para você. Ah, bem legal o blog de vocês também! Abço, Estela.

    ResponderExcluir