domingo, 23 de agosto de 2015

Os templos e ruínas nos arredores de Cusco (16° Dia)



Nosso primeiro dia completo em Cusco foi reservado para fazermos o city tour, que inclui a visita a alguns dos sítios arqueológicos incas situados nos arredores da cidade. Para isso é necessário comprar o Boleto Turístico de Cusco. O boleto turístico é uma espécie de ingresso para acesso aos locais visitados tanto em Cusco quanto no Vale Sagrado. Sem ele você não entra, pois cada local possui um controle de acesso, só permitido com o boleto em mãos. Antes mesmo da partida do city tour o guia já pergunta se todos tem o Boleto, se não tiver tem que voltar e comprar. Saímos logo cedo do Hostal e já passamos na "oficina do boleto turistico" para comprarmos os nossos. O local fica na Avenida El Sol, 103próximo à Plaza de Armas.  O City tour é fornecido por diversas agências locais de Cusco, pode ser adquirido individualmente ou em conjunto com outros passeios (tipo um pacote incluindo o passeio do Vale Sagrado e Machu Picchu). No nosso caso adquirimos somente o City Tour no nosso hostal mesmo, no valor de s/ 20,00 por pessoa. Este valor corresponde somente ao serviço de transporte mais a guia que nos dava as explicações de cada local visitado. Demais despesas devem ser pagas à parte: boleto turístico (s/130,00) e a entrada da Koricancha (s/ 20,00 não incluso no boleto turístico). Como alternativa ao city tour, todos estes locais podem ser conhecidos também por conta própria, pois ficam bem próximos da cidade. Informem-se no centro de Cusco sobre as alternativas de transporte público. Se você sair bem cedo do centro, pode ir de ônibus ou taxi até o ponto mais distante (Tambomachay) e de lá ir retornando à pé no seu ritmo, visitando todos os locais citados acima que ficam no caminho. Alguns hostels oferecem também serviços de aluguel de bicicletas, que também é uma boa possibilidade para se locomover e visitar estes sítios arqueológicos por conta própria. A seguir relacionamos os locais que visitamos.

Boleto Turístico de Cusco

O Templo Koricancha fica no centro histórico da cidade, na Avenida El Sol. Pode ser identificado por um grande campo de grama em sua frente. O templo Koricancha foi o mais rico em adornos de ouro na época dos Incas. Porém o que vemos hoje é o quanto os espanhóis saquearam e modificaram o local após a conquista no século XVI. O local foi usado como igreja e convento pelos conquistadores justamente para impor a religião e a cultura ao povo conquistado. Restaram apenas a estrutura do templo, feita com as pedras perfeitamente lapidadas e encaixadas que são uma referência da arquitetura Inca.

Templo Koricancha

No alto de uma colina, nos arredores da cidade, ficam as ruínas mais impressionantes que demonstram a grandiosidade e imponência que o império Inca representava em sua capital Cusco. Sacsayhuamán era uma espécie de fortificação com muros altos em formato de ziguezague, feitos com gigantescas pedras perfeitamente encaixadas umas nas outras. Fica junto a um campo aberto com um imenso gramado. Do alto das muralhas tem-se uma ótima vista da cidade de Cusco.


Sacsayhuamán
Cusco, vista de Sacsayhuamán

Qenqo, Tambomachay e Pukapukara

Estas 3 ruínas incas, situadas próximas a Sacsayhuamán, também são feitas com blocos de pedra, porém bem menores. Cada uma delas possuía uma utilização específica. Qenqo era um local de sacrifícios religiosos de animais e de cerimônias em honra ao sol, lua e estrelas. A pedra dos sacrifícios ainda se encontra lá, dentro de uma espécie de gruta. Tambomachay era uma espécie de templo dedicado ao culto das águas. Ainda hoje as fontes continuam a jorrar a água que verte de baixo das pedras das antigas paredes e alicerces. Pukapukara era mais um local de descanso e vigilância militar dos Incas.

Qenqo


Tambomachay
Pukapukara

Site oficial do Ministério da Cultura do Peru para maiores informações sobre o Boleto Turístico de Cusco: http://www.cosituc.gob.pe/.


Olá,
já curtiu nossa página no Facebook?
Curta e fique por dentro dos nossos novos posts!
https://pt-br.facebook.com/viajanteautonomo
Ah! Caso tenha alguma dúvida sobre algum ponto abordado nesta postagem ou quiser receber outras informações, registre seu comentário abaixo.
Abço, Denilson e Estela.



Nenhum comentário:

Postar um comentário